Bose – Progressive Directivity Arrays

Algumas vezes em feiras de audio nos deparamos com situações inusitadas e uma delas foi encontrar a marca Bose numa feira de áudio profissional. A marca norte-americana conhecida por fabricar os radios-relogios usados em hoteis, a marca se orgulha de ter o melhor som do mundo neste tipo de produto e por ter os fones de ouvidos mais caros que se pode encontrar numa duty free de aeroporto, também produzem caixas de som, mas fazem disso um segredo total. De vez em quando encontramos a Bose numa feira, tal como aconteceu em Frankfurt em 2005, quando lançaram o seu sistema de colunas L1. Agora, em 2011, regressaram a eventos como o Infocomm e o PLASA, onde mostraram o novo sistema de line array RoomMatch e o amplificador PowerMatch PM8500, cujos nomes no remetem novamente para os tais rádios-relógios com excelente som. Mas não é disso que se trata…

A divisão de produtos profissionais da marca se fez presente nas feiras Infocomm e a PLASA 2011, onde mostraram a sua mais recente aposta tecnológica para reforço sonoro desde que lançaram as colunas Bose 802, também elas extremamente populares no ramo de sonorização em hoteis.
Mas neste caso, a ambição é bastante maior e pretende oferecer “um sistema de som com qualidade para shows com uma escalabilidade e configurabilidade inovadoras”. Trata-se concretamente do sistema Bose RoomMatch de array com directividade constante e dos amplificadores PowerMatch PM8500 & PM8500N.
Segundo o comunicado da marca (cuja origem não podemos confirmar e que por isso nos oferece algumas reservas…) o sistema foi apresentado aos distribuidores da marca e a consultores em Istambul (!), no início deste ano. A ideia do sistema RoomMatch consiste em oferecer uma solução adequada de instalação permanente para grandes arenas, centros performativos, auditórios de música ao vivo e igrejas, oferecendo som profissional de “qualidade de show” (o termo é da Bose e deve ser para distinguir de “som de quarto de hotel”) de uma forma consistente e eficiente, independentemente das dimensões, formato ou propriedades acústicas da sala.
Igualmente em exposição no PLASA 2011 estava o software Bose Modeler atualizado que já inclui ferramentas para planejar a instalação do sistemas RoomMatch com os respectivos elementos de array e que, em conjunto com o novo software Bose ControlSpace Designer oferece a parametrização, controle e monitorização do amplificador PowerMatch que alimenta este novo sistema. Tudo integrado com o sistema de rede ControlSpace proprietário da Bose.
No comunicado a imprensa, o senhor Akira Mochimaru, director geral da Bose Professional Systems Division afirma que “os nossos engenheiros desafiaram a teoria tradicional em termos de design tanto dos altofalantes como do amplificador. O resultado é uma nova abordagem para a indústria, que permite aos projetistas e integradores responder aos desafios acústicos de qualquer sistema de som de instalação fixa com maior flexibilidade e com menos compromissos no desempenho do áudio”.
Os elementos RoomMatch, segundo afirma a empresa, superam as limitações acústicas dos sistemas de line array e point-source convencionais, disponibilizando elementos em 15 diferentes padrões de cobertura que podem ser usados isoladamente ou em combinação com outros módulos RoomMatch, formando assim o que a Bose designa de Progressive Directivity Arrays. A Bose afirma que se trata de uma nova categoria de array curvilinear que se comporta como uma única fonte de som, garantindo a cobertura ideal do espaço para determinada área de escuta, desde que o sistema tenha sido desenhado e controlado com as ferramentas de software descritas anteriormente.
Cada elemento Bose RoomMatch possui uma tecnologia de guia de onda que permite direcionar o som de forma precisa, evitando as reflexões indesejadas nas paredes e no teto que podem degradar o equilíbrio total. Segundo a Bose, estão disponíveis múltiplos destes guias de onda nos diferentes elementos do sistema, permitindo assim a cobertura sob medida para cada sala.
Cada elemento do sistema RoomMatch usa dois woofers de 10 polegadas e seis drivers de compressão que respondem em todo o espectro extendido de frequências desde os médios aos agudos. Segundo explica a marca, em conjunto, estes drivers eliminam a necessidade de crossovers adicionais de médios/agudos, resultando numa definição e inteligibilidade surpreendente da faixa de frequência da voz. Para reduzir a distorção, cada woofer usa um sistema motor proprietário ultra-linear, conjungado com um dispersor cónico e uma caixa acústica individual, enquanto os drivers de compressão usam o sistema proprietário Bridge Phase Plug que, segundo explica também a marca, elimina modos ressonantes sem a necessidade de utilização de filtros FIR ou de processamento de sinal complexo.
Segundo afirma a marca, esta combinação de design e características de cada elemento do array RoomMatch permite ajustar os níveis de SPL criando aquilo que a Bose designa de Progressive Directivity Array, criando uma resposta consistente sobre qualquer ângulo vertical em que o sistema seja configurado. Este tipo de frente de onda é obtida com outra invenção da Bose denominada Continuous-Arc Diffraction-Slot (CADS) que a marca assegura ser uma inédita na indústria e que permite atingir a soma acústica do sinal dos seis drivers de compressão sem interferências entre si, com a capacidade de definir uma cobertura vertical precisa entre 0 e 60 graus, para cada módulo RoomMatch. Presumimos assim, que se configurarmos todo o sistema com 0 graus em cada módulo, o sistema não dá som – ou então toca para dentro ; )
Se mesmo assim ainda quisermos ampliar a resposta de graves para baixo dos 80Hz que o sistema RoomMatch garante, o sistema pode ser configurado com o módulo RoomMatch RMS215, afinado de forma a complementar todos os elementos de array RoomMatch de resposta full-range.
Para alimentar esta nova solução da marca temos então o amplificador PowerMatch 8500 Configurable Professional Power Amplifier. Trata-se de uma unidade desenhada para trabalhar tanto com os elementos de array RoomMatch como com qualquer coluna profissional, fornecendo 4000 watts de potência que pode ser distribuída entre dois a oito canais. Este amplificador que a marca afirma combinar a qualidade e confiabilidade de um circuito de Classe AB com a eficiência de um Classe D, usa uma arquitectura de duplo loop de feedback, monitorizando e controlando continuamente toda a eletrónica e tensão para ajudar a prevenir a sobrecarga dos circuitos.
Integrada neste amplificador está a fonte de alimentação Bose PeakBank com quatro circuitos regenerativos de tecnologia de correcção do fator de potência (Power Factor Correction – PFC) que, segundo explica também a marca, oferece uma maior eficiência em relação a sistemas PFC convencionais, melhorando a resposta de transientes e o desempenho das frequências graves. Uma resposta que a Bose garante ser ainda potencializadada pela tecnologia de comutação da marca que oferece elevados níveis contínuos de saída durante longos períodos.
Segundo a marca explica ainda, a maioria das aplicações de sistemas de reforço de som exigem vários níveis de potência, exigindo normalmente vários tipos de amplificadores. Através da nova tecnologia QuadBridge, integrada neste amplificador PowerMatch, a Bose afirma oferecer um nível de flexibilidade único, permitindo configurar as saídas em modo de canal independente, em ponte convencional de dois canais ou em modo QuadBridge, assegurando uma melhor resposta na saída do sinal de áudio, independentemente dos níveis. As configurações podem ser seleccionadas através de software e incluem 8x500W, 4x1000W, 2x2000W, ou combinações entre estas. Nos modos Bridge ou QuadBridge é possível alimentar unidades de baixa impedância ou sinais de linha de 70V/100V.
Para complementar todo este sistema, a Bose criou ainda um sistema completo de rigging para instalação, o qual permite que os módulos RoomMatch possam ser pendurados com segurança sem a necessidade de ajustar a curvatura do array, usando uma estrutura lateral integrada de ajuste que permite reduzir o tempo e custo da instalação.
Estes sistemas RoomMatch, os amplificadores PowerMatch e os programas atualizados Bose Modeler e ControlSpace Designer já estão todos disponíveis através da rede de distribuidores autorizados da Bose.

Links Interessantes
www.bose.com
Progressive Directivity Arrays
PowerMatch Amplifiers

Texto Original: João Martins – Produção Audio PT
Adaptado para português PT-Br por Lazzaro

Share

Filed Under: Novidades

Tags: , , , ,

Leave a Reply




If you want a picture to show with your comment, go get a Gravatar.

*