Review Console ILive T112 Allen & Heath

Olá rapaziada,

Vim aqui para falar um pouco da Allen & Heath iLive, a qual estou tendo o prazer de testar a T112 com IDR48 IN por 24 OUT.

Na época das analógicas, no inicio deste século… Rssss, eu não era um grande admirador das Allen & Heath, não me perguntem por que, mas assim como outros técnicos que conheço eu não gostava muito da A&H, na verdade as únicas qual eu me dei um pouco melhor foram as da série ML, mas as digitais me surpreenderam, e muito.

Tenho uma grande amizade com o pessoal da AUDIO PREMIER, empresa que traz para o Brasil as marca ALLEN & HEATH e outras, e como trabalho em uma banda de renome nacional (Capital Inicial) fui convidado pelo pessoal da nova importadora a conhecer a iLive, até pensei em sair fora desse convite pois a distancia da minha casa para a Áudio Premier é bem longa, mas devido minha amizade com o pessoal da importadora e a minha curiosidade…lá fui eu conhecer a console!

Depois de algumas horas de transito pesado, lá cheguei, onde o Jabá e o Vlad aguardavam a mim e ao Kadu (Ex Tukasom,) para fazer a aprentação da console, fomos até a sala de reuniões onde estavam montadas uma T112 com o IDR48 e uma R72 com o IDR32, IDR são os stage Box, e para minha surpresa fomos todos juntos apresentados as mesas, pois nem o Jabá e nem o Vlad conheciam as mesas, eles tinham acabado de tirá-la das caixas e não sabiam nem que plataforma as mesmas usavam … Ok então, depois de umas tiradas de sarro fui eu e o Vlad para a 112 e o Jabá com o Kadu para a R72, como o software é igual para todas as surfaces começamos a trabalhar em conjunto para decifrar as mesmas.

Depois de a mesa ligada e um pouco de estudo com o manual começamos a perceber a praticidade de funcionamento das mesas, é uma console extremamente intuitiva, pelo fato de não se ficar presos aos seus layers, ha botões de comando em seu hardware para a abertura de janelas, aberta a janela você tem uma a tela Toutch Screan para realizar os controles no canal selecionado, começando com um pré amp. de dar gosto, uma equalização paramétrica de quatro bandas com uma sensibilidade extraordinária, estes parâmetros estão tanto nos canais de entrada como em qualquer saída a ser utilizada, compressor, gate, Limiter, DE-esser, todos com uma atuação excelente e com side chain, também presentes em todas as saídas, para os efeitos temos um rack onde se pode utilizar até oito maquinas de uma quantidade e variedade delas, tem até 480 com os parâmetros do larc, e o melhor de tudo é que não se precisam utilizar auxiliares, pois o efeito já vem com suas mandadas e saídas próprias.

Em todas as saídas além do EQ paramétrico temos equalizadores gráficos de 25 bandas, onde se podem utilizar todas as bandas e em todos equalizadores ao mesmo tempo. Posso dizer que é uma console generosa, nos da até 16 (Dezesseis) DCA, e isso abre um grande leque de possibilidades.

Mas depois de ter conhecido a console na sala de reuniões, quis conhecê-la na estrada e ai é que ela me surpreendeu mais ainda, a visualização para os comandos é ótima, trabalho com os canais no limite, tenho usado praticamente tudo que tenho direito e até agora não tive nenhum problema de processamento, mas o que mais me chamou a atenção foi a qualidade sonora, tem som de mesa analógica, tem punch, enfim tem som de mesa inglesa.

 

Se alguém tiver a fim de conhecer a console da uma ligada pro Vlad, os contatos dele estão na pagina do GIG, que nós fazemos a apresentação com muito gosto, só que a console que vai ser utilizada na apresentação não vai ser a que esta comigo, pois a que esta comigo vai ser difícil de eu devolver…

Abraço a todos!

 

 

Control Surface- 28 Faders

 

 

 

• Small footprint modular Surface
• 28 faders – 3 banks, 4 layers = 112 control strips
• Up to 32 audio sockets
• Wide range of I/O module options
• RAB2 module with Port A and Port B network options
• Choose network option for Port A MixRack link
• Port B can be loaded with M-MMO card option
• Built in 3 port Ethernet switch
• MIDI and PL-Anet ports
• Word clock interface
• Socket LED indicators for 48V, Mute and PAFL
• External iPS10 redundant power supply option
• Touring grade flight case


Fixed Format MixRack – 48 Mics

• 8U fixed format MixRack
• 48 mic/line in, 24 XLR out
• 64×32 RackExtra DSP with 8 stereo FX
• ACE™ Surface link plus Port B network option
• Built in 3 port Ethernet switch
• Network bridges to Surface via ACE™
• MIDI and PL-Anet ports
• Built in headphone amp with level control
• External iPS10 redundant power supply option

Links Interessantes
Allen & Heath
Capital Inicial
Perfil do Luizão Mix no GIGPLACE

As opinioões citadas neste review são as impressões pessoais do nosso colaborador, a GIGPLACE não opina nem indica equipamentos, este site somente leva as informações do mercado e de seus colaboradores a seus leitores e seguidores.

 

 

Share

Filed Under: ArtigosColaboradores

Tags: , , , , , , , , , ,

Leave a Reply




If you want a picture to show with your comment, go get a Gravatar.

*