Chitãozinho e Xororó Sinfônico

Por José “Heavy” Carrato

O que seria um final de semana tranquilo acabou se tornando uma experiência inesquecível. A gravação do DVD Ch&X Sinfônico aconteceu no dia 02 de Agosto de 2010 na Sala São Paulo, no centro da capital paulista, contando com a Orquestra Bachiana, regida e idealizada pelo Maestro João Carlos Martins, e os convidados especiais: Maria Gadu, Caetano Veloso, Jair Rodrigues, Fafá de Belém, Fábio Jr, Alexandre Pires, Sandy e Junior Lima, e mais a banda que acompanha a dupla nos shows. A sonorização ficou a cargo da Gabisom, nas mãos do Cristian, Zito, Reinaldo, Marquinho e Eder. O P.A. foi mixado pelo Ted, e a gravação foi capitaneada por Moogie Canazio.

Eu fui convidado a participar do projeto pelo técnico de monitores da dupla, André de Falco ( BamBam ), para ajudar nas 44 mixes que teríamos para o evento.

Como gerenciar 93 canais de entrada e 44 saídas de monitor?

Uma ótima pergunta.

Cheguei no primeiro dia de ensaio da banda, no estudio XRBM:

Bateria, Baixo, Percussão, Violões, Guitarra e teclados.

A PM1D montada e todo o sistema de monitoração funcionando.

Isto foi numa sexta-feira. No sábado, houve um ensaio da banda com a Orquestra no Teatro do MASP, dando ênfase aos convidados. Alguns não apareceram. Mas foi primordial para darmos o início do que seria a Mix Final.

Para mim, foi mais do que um desafio. Minha última experiência com orquestra foi durante as gravações da Trilha Sonora do filme Castelo Ra-tim-bum, em 1999.

Quem já trabalhou com orquestras sabe quanto é complicado colocar ordem em 80 pessoas batendo papo, uns pisando naquilo que deveria estar colocado dentro do ouvido… E a bagunça só acaba na presença do Maestro.

O ensaio rolou muito bem, mas a cada minuto que passava, o Bambam e eu chegávamos mais perto de uma conclusão óbvia: Mixagem a 4 mãos em apenas uma PM1D, é quase impossível de fazer. Eu e o Bambam nos conhecemos a muitos anos e nos entendemos muito bem, o que ajudou muito. Se ele estava fazendo alguma coisa na mesa, eu esperava, e vice-versa. Mas aconteciam acidentes. No final das contas, combinamos que eu deveria ficar no operacional e ele ficou a cargo do lado “burocrático”da coisa: acesso aos artistas, colocação dos fones, e contato com a Unidade de Gravação, incluindo a microfonação.

Ensaio no Masp terminado, ainda teríamos o Domingo de montagem na Sala São Paulo, e a gravação na Segunda-feira.

Pois é… Dia de montagem. Só do cenário e iluminação, claro. Nada de Audio foi montado e ficou tudo pra ser feito no dia da gravação.

Plano B, com correria.

Instalação do P.A., montagem do sistema de monitores, microfonação, cabeamento… e ainda teríamos um Ensaio Geral e depois, o grande evento.

Como disse antes, o ensaio no Masp foi um bom começo para os monitores.

Mas a diferença do tamanho do palco e a acústica da sala fizeram a primeira Mix parecer um radio de pilha.

Voltamos à estaca zero, com mais correria, por favor.

Todo mundo pedindo mais isso, mais aquilo, eu dando prioridade aos artistas e convidados… uma verdadeira loucura. Confesso que quase entrei em parafuso.

Algumas respiradas profundas, concentração, foco… Vamos em frente.

Tomei a decisão de manter uma Cena principal, e caso houvessem mudanças dramáticas no palco eu faria uma nova Cena. Foi o caso da apresentação com Sandy e Junior. Jair Rodrigues foi um caso a parte: cantou sem monitores. Ele não gosta de fones e se existe condição, canta só ouvindo P.A.

Os outros convidados e o Maestro não fizeram nehuma exigência. Bastava uma boa mix nos fones e tudo certo.

Final das contas:

Tudo OK durante a gravação!

Saí da Sala São Paulo com aquele sorriso de dever cumprido, e com a sensação de ter sido atropelado, tamanha a tensão que é ter uma responsabilidade deste tamanho nas costas.

Mais uma pro Currículo.

E que venham outras!!!!

Ensaios no MASP e Gravação do DVD Sala São Paulo

Creditos das Fotos: Divulgaçao, Zé Heavy e Eder Moura

Share

Filed Under: Artigos

Tags: , , , , , , , , ,

Leave a Reply




If you want a picture to show with your comment, go get a Gravatar.

*